quarta-feira, março 17

Utilidade publica em causa na FPF ou o fim do sistema?

As associações distritais de futebol vão ter que adaptar-se ao novo regime jurídico que recentemente reprovaram sob a égide da associação do porto, presidida por Lourenço Pinto, ex-advogado e amigo pessoal de Pinto da Costa.
Após a reunião realizada ontem, o sec. Estado do desporto Laurentino Dias, declarou que vai suspender o estatuto de utilidade publica à FPF, exceptuando o efeito nas selecções nacionais e adiantou que "o que vai ser afectado é, naturalmente, aquilo que deu causa ao facto da FPF ainda não ter estatutos", referindo-se às associações distritais e regionais, que inviabilizaram o novo modelo de estatutos na Assembleia Geral de 18 de Julho de 2009.

O que está em causa, no caso do futebol, ao não adequar os estatutos ao novo Regime Jurídico estabelecido pelo Decreto-Lei n.º 248-B/2008, é a suspensão de parte da actividade desportiva, impossibilitando o apoio financeiro aos clubes, Ligas ou associações participantes nos respectivos quadros competitivos. Ainda no plano financeiro, as respectivas federações sofrem a interrupção de apoios decorrentes de contratos-programa assim como a suspensão de outros apoios ou meios técnicos sem efeitos retroactivos.

Das associações atingidas não se registaram quaisquer reacções, apesar dos prejuízos evidentes que irão sofrer.

Irão? É que, principalmente a do Porto, que tem liderado o processo de oposição ao novo regime e que tem feito pender a balança para os seus interesses na ocupação de cargos decisorios da FPF, assinalou como vitoria a recusa em aceitar o novo regime. Já Gilberto Madail não comentou a decisão de Laurentino.

Em aberto vão ficar muitos lugares ocupados por gente amiga do sistema. A grande questão é a de saber se não irão ocupar os que se irão criar na nova estrutura.

3 comentários:

bichoDEmato disse...

Nunca fiar nesta cambada. Laurentino e Madail são farinha do mesmo saco.

Herr von bolas disse...

b,
Que se fodam. Não aposto neles nem um centimo.

Viriato de Viseu disse...

Herr
onde está o teu endereço electrónico?
Olha, dá um toque para:viriato.de.viseu@gmail.com